Albertina Fernandes

Antes de ser docente no Ensino Superior é Psicóloga. Antes de ser Psicóloga, é a Leandra. Às vezes não parece. Mas é. Confunde-se um bocadinho. Mas nada que não se componha.

Nasceu num verão quente de 1984. Foi uma bebé que deu trabalho. Ainda hoje é teimosa. Mas também sabe dar o braço a torcer. Gosta que ganhe o Sporting, mas também gosta que perca o Benfica. Em miúda, pintava umas coisas e desenhava outras. Tinha a mania que tinha jeito. Desistiu a tempo. Adora História. Sempre gostou de escrever. Mas sempre se habituou que aquilo que normalmente pensamos e escrevemos, guardamos a sete chaves. Foi assim com um diário, que teve na adolescência. Nessa altura, era fácil reconhecer-se medricas e já foi tarde que percebeu que afinal também sabe ser corajosa. Quando queremos, sabemos ser sempre ser outras coisas. Faz mil e uma coisas ao mesmo tempo. Queixa-se pouco. Mas mesmo quando se queixa. Gosta! É social-democrata. É de família, podem dizer alguns. Mas, é- o sobretudo, por convicção. Gosta de participar e intervir. No sofá, gosta de ler. E viajar. Mas é na rua que se fazem coisas. Sabe que o tempo será sempre pouco para tudo aquilo que quer fazer. É assim agora. Será assim, amanhã. Fica orgulhosa quando aprende coisas com os seus alunos. Dorme com as histórias dos pacientes na cabeça. Ainda não conseguiu aprender a desligar-se delas como devia. Mas um dia chega lá. Tem esperança. Porque ela também é uma mulher de fé.

Sobretudo, porque tem uma família. Que é tudo para ela.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.