Ana Patrícia Mendes

Eu, Ana Patrícia Mendes, de 42 anos cresci, percebi e entendi, entendi o poder que detemos e que tantas vezes duvidamos, entendi a importância de viver, em especial connosco, de seguida com os outros, porque o que Sou retrata algo que fui mas que quis melhorar. Sem medos, sem dúvidas, acreditando em algo especial, que não está exterior a mim, pois reside dentro de mim para o Mundo que me e nos rodeia.

Desde a infância aprendi, sozinha, ou seja, comigo, que eu não era essa pessoa tão desvalorizável, eu era uma no meio de tantas outras, mas esta uma era… Eu, e por isso aprendi a sair da toca, falando, aprendi a dizer o que não dizia, aprendi a Ser, a Ser eu não outra pessoa. Comecei a aprender a Ser Eu, a ousar falhar, a ousar decidir, a ousar não ser mais ninguém, somente Eu.

Cresci, formei-me, mas essencialmente, evolui. Estudei, comecei a sentir necessidade de me conhecer melhor e iniciei leituras e formações que me fizeram perceber o meu caminho, tomando consciência de mim e do que me faz bem, respeitando-me por isso.

Hoje faço o caminho ajudando-me a mim e o próximo, para que esta troca consiga florescer dentro de cada um que existe neste mundo, para que sintas que vales tudo o que és. Adultos, mas essencialmente, crianças e jovens, como futuros adultos de amanhã, para que conheçam aquilo que a sociedade, tantas vezes, impõe, mas para que sintas que se trata da sociedade, não de ti.

Hoje tenho sonhos para mim, mas tenho o sonho de semear algo no mundo que floresça cada dia um pouco e que se consiga elevar as pessoas ao encontro delas próprias e da sua felicidade, tal como eu encontrei a minha, quando olhei para trás e percebi que nada podia ter sido diferente, se não não era o que hoje Sou…

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.